Criaturas de hábitos

Nós somos criaturas de hábitos. A maior parte do nosso comportamento acontece tendenciosamente, mediante o controle de hábitos. Isso se dá através de rituais e rotinas que adotamos para nossas vidas. Quando fazemos as coisas sem pensar ou refletir em nossas ações, há um certo conforto e não gastamos muita energia, pois pensar e reaprender demanda tempo e esforço. Logo, a vida quando conduzida nos impulsos de nossas ações também pode prejudicar o cotidiano, principalmente quando os hábitos são prejudiciais e queremos substituir por outros que agreguem em nossas vidas.

As boas intenções dizem respeito, sobretudo, aos hábitos que são cultivados há muito tempo e que só podem ser mudados quando colocamos nossos esforços para melhorá-los. O oposto acontece quando não se tem nenhuma boa intenção para uma mudança, você simplesmente o repete. Mas, posso lhe confessar que mudar hábitos de longo prazo não é tarefa fácil. Quem vai querer deixar de lado os rituais que ama praticar?

É muito importante fazer um planejamento de nosso tempo com bom-senso e alguns cuidados, pois quando usamos o nosso tempo de um jeito mais coerente, o nosso dia a dia fica com mais qualidade. Com a frase de Benjamim Franklin no século XVIII, que ganhou o discurso de todo mundo: Time is money (Tempo é dinheiro), o que mais impressiona é que passamos a cuidar melhor do nosso dinheiro do que do nosso tempo. Podemos perder dinheiro e depois recuperar, mas tempo, quando é passado, não volta. Tempo é vida! Tempo é presente! Tempo é a dádiva de Deus!

Com planejamento, é possível organizar nossas horas de maneira que possamos aproveitá-las ao máximo. Na verdade, o ritmo de vida aumentou radicalmente de uns tempos para cá, infelizmente, parece que muitos não se importam em compensar aquilo que nos foi subtraído. Certo dia, um amigo fez uma crítica por eu gostar de fazer trabalhos manuais, ao contrário da maioria dos jovens e crianças que gostam de ficar nas mídias sociais todos os dias ou jogar à luz do computador.

Agradeço por ter a preferência de ficar ao ar livre aos sábados e domingos, ir para uma pousada e passarinhar com minha câmera, tomar um café com os amigos, ler um livro na sombra de uma varanda com um copo de suco de laranja ou maracujá. Minha cidade é pequena, gosto de caminhar algumas vezes até alguns lugares para me exercitar. Por outro lado, se você mora numa grande cidade e demora muito para se deslocar de um lugar para outro, você pode se esforçar para acordar mais cedo para praticar alguma atividade física, pois se você pensa que aproveitar o tempo é fazer hora extra, está muito enganado. Sua hora extra precisa ser canalizada para uma vida espiritual de oração.

Se tem algo que atrapalha o aproveitamento do tempo é o meio em que vivemos, como vivemos numa sociedade de alto consumo, o que acontece é que somos tentados a gastar e para cobrir estes gastos mergulhamos no trabalho, o preço que pagamos é que não sobra tempo para fazer as coisas que  gostamos. Ao mesmo tempo que isso acontece, surgem as metas que costumam ser muito altas. Sem exagero ou com exagero, é o começo do fim. Se você é muito ambicioso ou impaciente, isso pode levar você a ter exigências excessivas seguidas de frustração.

Para hábitos que realmente nos incomodam, é preciso de vez em quando procurar reservar tempo suficiente para conseguir descobrir as possíveis causas e gatilhos. Sempre resolva mudar um hábito. Não dê oportunidade para hábitos ruins em sua vida. Com perseverança e espírito de exigência, você irá combater hábitos teimosos com força e energia. Pequenas mudanças de hábitos ruins podem acontecer de forma lenta, embora o que se espera é que de forma segura se transforme em bons hábitos que, com o passar dos  tempos, o resultado é olhar para trás e perceber que aquilo que era para ser resolvido se cumpriu.

Para refletir: Seja realista com você mesmo. Como tem sido seu dia a dia? Você está convicto para fazer mudanças em sua vida? Em momentos de estresse é improvável que você também consiga quebrar os hábitos cotidianos. Você sabia?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s