Te cuida!

Por Thais Oliveira

“Um ritual no tempo pode ser comparado a um apartamento que está na sala.” Antoine de Saint Exupéry

Raramente se ver pessoas que adquirem para si uma rotina diária, talvez porque se sintam embotadas e inflexíveis, algumas podem achar que isso é coisa de burguês. Tudo bem, eu também acho que em alguns casos pode ser, porém, em outros, contanto que esses hábitos sejam úteis, não vejo problema. Se quisermos trocar esses hábitos nada saudáveis, percebemos que pode ser um pouco difícil começar o dia em paz.

Ritual pode ser ações cheias de estilos que podem se repetir nas transições e rupturas típicas da vida cotidiana moderna. O gatilho pode ser uma situação cotidiana típica ou um humor interno que aciona o mecanismo. O cérebro passa então pela sequência de impulsos característicos do hábito. Se for bem-sucedido, o sistema de recompensa do cérebro é iniciado. O padrão se solidifica!

A melhor receita para ter bons hábitos é combater um mau hábito com um novo. Quando vier uma ideia nova para um novo hábito cultural, tenha como ritual, por exemplo, o hábito de beber um copo de água.

Quando temos rituais em nossas vidas, temos hábitos saudáveis ​​para a alma. A alma humana se aprofunda em hábitos. Os rituais oferecem à alma um lar. E assim, vão se formando hábitos saudáveis ​​para pensar, sentir, querer e decidir. Os rituais nos deixam mais seguros porque nos familiarizamos com eles, sem falar que nos fornecem um tipo de estrutura. Portanto, sugiro que você descubra  e mantenha bons hábitos em sua vida.

Quando cultivamos bons hábitos em nossas vidas, o estresse que está dentro de nós é dissipado. Não que seja algo ruim, pois é uma reação natural de adaptação do organismo e envolve diversos fatores  que ocorrem quando nos defrontamos com uma situação que altera nosso equilíbrio emocional.

Quando isso acontece, o corpo se prepara mental e fisicamente para enfrentar o problema. Como não sou uma profissional da área médica, mas revisora, não demorei a descobrir que o coração bate mais acelerado, a respiração muda e os músculos tensionam. Na programação de fábrica do nosso corpo, uma vez cessada a “ameaça”, a reação de estresse é desligada e tudo volta ao normal. Ou seja, o estresse faz parte e até é importante em certas situações, mas passada a “ameaça”, o corpo precisa relaxar.

Como também não estou aqui para trabalhar, fico encarregada de levar até você meus textos para lhe divertir e informar. Se você, assim como eu, deseja entender melhor o ser humano, é preciso, sobretudo, entender suas atitudes, fraquezas, seu sofrimento e o modo com que se comporta. Tudo isso fala muito acerca dos hábitos e a forma como encaram a vida. Mesmo diante de sinais de alerta, é preciso se convencer de que o estilo de vida que escolhemos tanto pode contribuir para o aparecimento de doenças ou ajudar a curá-las.

Quando recomendo o hábito de leitura, é porque ler é uma inigualável fonte de lazer.  Fácil de praticar, podemos ler em casa, na praia, no avião, na fila do banco. Principalmente, porque a leitura é um forte instrumento de poder. Francis Bacon, filósofo inglês, já certificava que o conhecimento é poder. Por fim, a leitura é um hábito muito importante para exercitar e prevenir de males a nossa memória, é como se fosse uma musculação do cérebro. Aconselho porque todos deveriam saber, pois depois dos 30, nosso cérebro começa a atrofiar. Portanto, da mesma forma que nos exercitamos para fortalecer os músculos, precisamos fortalecer a mente.

Take Care

By Thais Rocholi

“A ritual over time can be compared to an apartment in the living room.” Antoine de Saint Exupéry

Rarely do you see people who acquire a daily routine for themselves, perhaps because they feel dull and inflexible, some may think this is a bourgeois thing. Okay, well, I also think that in some cases it can be, but in others, as long as these habits are useful, I see no problem. If we want to change these unhealthy habits, we realize that it can be a little difficult to start the day in peace.

Ritual can be actions full of styles that can be repeated in the transitions and breaks typical of modern daily life. The trigger can be a typical everyday situation or an internal mood that triggers the mechanism. The brain then goes through the sequence of impulses characteristic of the habit. If successful, the brain’s reward system starts. The pattern solidifies. The best recipe for having good habits is to fight a bad habit with a new one. When you come up with a new idea for a new cultural habit, have a ritual of drinking a glass of water.

When we have rituals in our lives, we have healthy habits for the soul. The human soul deepens in habits. Rituals offer the soul a home. And so, healthy habits are formed to think, feel, want and decide. Rituals make us safer because we are familiar with them, not to mention that they provide us with a type of structure. Therefore, I suggest that you discover and maintain good habits in your life.

When we cultivate good habits in our lives, the stress that is within us is dissipated. Not that it is a bad thing, as it is a natural reaction of adaptation of the organism and involves several factors that occur when we are faced with a situation that alters our emotional balance.

When this happens, the body prepares itself mentally and physically to face the problem. As I am not a medical professional, but a proofreader, it didn’t take me long to discover that the heart beats faster, the breathing changes and the muscles tense. In our body’s factory programming, once the “threat” ceases, the stress reaction is turned off and everything goes back to normal. That is, stress is part and even important in certain situations, but after the “threat”, the body needs to relax.

As I am not here to work, I am in charge of taking my texts to you to amuse and inform you. If you, like me, want to better understand the human being, it is necessary, above all, to understand his attitudes, weaknesses, his suffering and the way he behaves. All of this speaks volumes about habits and how they view life. Even in the face of warning signs, we must be convinced that the lifestyle we choose so much can contribute to the onset of diseases or help to cure them.

When I recommend the habit of reading, it is because reading is an unparalleled source of leisure. Easy to practice, we can read at home, on the beach, on the plane, in line at the bank. Mainly because reading is a strong instrument of power. Francis Bacon, English philosopher, already certified that knowledge is power.

Finally, reading is a very important habit to exercise it and prevent damage to our memory, it is as if it were a brain muscle. I advise because everyone should know, because after 30, our brain starts to atrophy. So, just as we exercise to strengthen muscles, we need to strengthen the mind.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s